linkedin
banner_light_blog
  • 26/08/14

    As ligações clandestinas, mais conhecidas como “gatos”, são um grave problema que a população carioca enfrenta há muitos anos. Além de a ligação clandestina não ser segura, podendo causar incêndios e até acidentes, ela também encarece a sua conta de luz e de todos os clientes da área de concessão da companhia. Ou seja, todos saem perdendo.

    Por isso, a Light está investindo em novos medidores inteligentes, com tecnologia moderna, como a dos países mais avançados do mundo. Com ele, você pode conferir o consumo de luz a qualquer momento: é só acessar o display digital em sua casa. A Light também pode monitorar eventuais problemas no seu abastecimento, como interrupções, pico de energia e até se alguém estiver fazendo um gato na sua rede elétrica.

    Os clientes da área de concessão estão recebendo gradativamente o novo equipamento, que já está sendo instalado em regiões com alto índice de furto de energia, inadimplência e renovação da rede elétrica. Alguns bairros das zonas Oeste, Leste e da Baixada Fluminense – além de comunidades das zonas Norte e Sul – já contam com os novos medidores. Em média, a Light instala 10 mil todo mês. Vale lembrar que os novos equipamentos têm o selo de garantia do Inmetro e a aprovação da Aneel, além de serem muito mais seguros contra o furto de energia.

  • 9/09/13

    A Copa das Confederações foi só o aperitivo de uma série de grandes eventos que estão para acontecer na Cidade Maravilhosa. Depois de receber a visita do Papa Francisco, nesta sexta-feira, dia 13, chegou a vez do Rock in Rio. E ainda tem muita energia pra chegar  nos próximos anos, com a Copa do Mundo e as Olimpíadas. Os holofotes do mundo estão voltados para o Rio! E quando se trata de iluminar a cidade carioca, a Light tem um papel fundamental!

    Para alimentar o Rio de energia positiva, na pegada dos megaeventos e em uma área de concessão em pleno crescimento, a Light tem investido e trabalhado incessantemente, aumentando sua capacidade de distribuição de energia elétrica, com a inauguração de seis novas subestações até 2016: Gardênia, Paciência, Influência, Realengo, Porto e Thomaz Coelho.Pensando nisso, em 2012, a empresa já  havia inaugurado as subestações Barra II, Itaguaí e São João. A maior parte das unidades vai alimentar a Zona Oeste do Rio, onde estão previstas as principais instalações esportivas para os Jogos Olímpicos, como a Vila Olímpica e o Complexo Esportivo de Deodoro. Além desses locais, o Engenhão e o Maracanã, também poderão contar com novas construções responsáveis por fornecer, de maneira ainda melhor, energia elétrica para esses estádios, assegurando muita energia para o esporte e para as torcidas!

    Sem contar nos investimentos em prevenção e manutenção. No último ano, por exemplo, já foram realizadas mais de 29 mil inspeções em caixas transformadoras e mais de 62 mil em caixas de inspeção.  Estamos de olho nos próximos desafios da cidade e desejamos que o estado do Rio tenha cada vez mais orgulho de sua vocação turística internacional! Quer saber mais sobre os investimentos da Light em infraestrutura, para o Rio crescer? Confira o nosso Relatório de Sustentabilidade 2012!

     

  • 1/07/13

    Com uma atuação sustentável em sua cadeia produtiva, a Light marca pontos mais uma vez e mantém o seu compromisso com o meio ambiente. Desde 2009, a concessionária firmou uma parceria com a empresa Reluz Logística Reversa, para o recolhimento e tratamento de materiais e equipamentos retirados ou distribuídos de locais da sua área de concessão, que não serão mais utilizados pela companhia, mas que servirão de insumos para outros segmentos industriais.

    Graças a essa iniciativa, a Light encontrou mais uma forma de minimizar ainda mais os impactos ambientais. Os materiais de rede, que teoricamente seriam descartados, são vendidos à Reluz, que dá um destino confiável a eles: todos os insumos são comercializados com clientes devidamente licenciados pelo órgão ambiental competente e autorizados pela própria Light. Em números, podemos dizer que, somente no ano passado, a companhia destinou à logística reversa 4.872 peças e um pouco mais de 2.500 toneladas de sucata de ferro, cabos de alumínio e cobre.

    A demanda de substituição de equipamentos do setor elétrico é muito alta, considerando usinas, subestações e redes. Para isso, a Light possui uma área de Qualidade que define rigorosamente a viabilidade de reaproveitamento de cada material. Os que não apresentam boas condições de reutilização, nem condições de custo/benéfico relevantes são encaminhados para o descarte e entram no ciclo da cadeia reversa feito pela Reluz.

    Esse é mais um compromisso socioambiental Light. Mas a gente não para por aqui! O nosso Relatório de Sustentabilidade 2012 está repleto de outras ações! Acesse o nosso link e confira! 

  • 4/06/13

    Ele chegou! O Relatório de Sustentabilidade 2012 já está no ar!! Recheado de informações, novidades, conquistas e desafios que a Light enfrentou no último ano.

    Visando reafirmar o compromisso da empresa com o desenvolvimento sustentável do Estado, o documento foi elaborado a partir das diretrizes do Global Reporting Initiative (GRI).

    Tudo para você ficar por dentro do que a Light anda fazendo por um Rio cada vez melhor!

    Acesse www.relatoriolight.com.br e confira!

  • 23/05/13

    Quantas mudanças acontecem na sua vida em um ano? São 365 dias para vencer obstáculos, superar desafios, crescer e aprender muito. Na próxima semana, a Light divide suas ações e  conquistas de 2012 com você, através do nosso Relatório de Sustentabilidade!

    E para esquentar o lançamento, a gente mostra como os 365 dias do ano passado foram importantes e representam 365 novas oportunidades de olhar para frente e construir um futuro ainda mais sustentável para o Rio! Fique ligado!

    http://www.youtube.com/watch?v=gwg4PcuBi4U

  • 30/04/13


    Quando a Light começou a atuar no Rio, em 1904, a cidade era capital federal e o Brasil estava distante de ser um país industrializado. Após mais de 100 anos juntos, a concessionária e a capital carioca consolidaram uma parceria, que permanece até hoje, e que se estendeu por todo o estado: investir em energia para o crescimento do Rio!

    A Usina de Fontes marcou o início desses  investimentos. A mais moderna hidrelétrica do país, para a época, era também uma das maiores do mundo e levou três anos para ser concluída, sendo oficialmente inaugurada em 23 de maio de 1908.

      Durante a construção da Usina de Fontes, os equipamentos de alta tecnologia eram transportados da cidade do Rio para Piraí por trem, e de lá seguiam em carro de boi até Ribeirão das Lajes, onde estava sendo construída a casa de força provisória que forneceria energia para as obras da usina.

    A potência de Fontes superava, em muitas vezes, as necessidades do Rio de Janeiro da época. Hoje desativada, a usina seria capaz de atender, atualmente, apenas o bairro do Leme, devido ao aumento da demanda por energia.

     

    Nas décadas seguintes, novas usinas entraram em operação: Ilha dos Pombos (1924), Fontes Nova (1940), Santa Cecília (1952), Vigário (1952), Nilo Peçanha (1953), Pereira Passos (1962) e Santa Branca (1999).

    Há mais de um século, a Light acompanha e participa do desenvolvimento do Rio, iluminando oportunidades, apoiando iniciativas e investindo muita energia sempre em busca do crescimento do nosso estado. Tudo para que a gente continue fazendo história juntos!

     

  • 20/02/13

    Verão não se resume à praia e céu azul. A estação mais quente do ano é também a com maior incidência de temporais. Conhecida pelo grande volume de água precipitado em pouco tempo e pelas tempestades, as chuvas de verão podem causar danos à infraestrutura das cidades e por isso representam um grande desafio para a rede elétrica da Light. Confira, no post de hoje, as nossas iniciativas para enfrentar esse desafio e saiba como se proteger dos temporais de verão.

     

    Deixa com a gente

    Cerca de 90% da rede elétrica  da Light fica ao ar livre. Isso significa que a rede  está exposta a todo tipo de danos que as chuvas podem causar, desde aquela árvore que pode cair durante a tempestade ao raio que atinge os fios.

     

    A estratégia da Light para encarar esse desafio começa com a blindagem da rede elétrica, que está sendo substituída por outra mais moderna e robusta. Em toda expansão da rede, já estão sendo usados os novos cabos mais seguros e robustos. No Verão, a Light também dobra o número de equipes de emergência e os canais de atendimento são reforçados, com a contratação de profissionais.

     

    Raios e trovões!

    Para quem não sabe,  o Brasil é o país com maior incidência de raios do mundo. O dado divulgado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) alerta para a importância de estar abrigado durante os temporais.

     

    Os raios são rápidos (duram menos de 1 segundo) e têm descarga elétrica 2 mil vezes maior do que a carga que circula nas tomadas das nossas casas. Podem causar apagões de energia, ferimentos graves e até mesmo levar à morte.

     

    Se você estiver fora de casa durante um temporal, procure abrigo mesmo que seja em uma instalação subterrânea, como o metrô. Se estiver em um veículo, não saia, feche os vidros e não encoste nas partes metálicas. É muito importante evitar espaços abertos, como estacionamentos, praias ou campos de futebol, e nunca ficar dentro da piscina ou mar, já que a água é um condutor de eletricidade. Dentro de casa, evite utilizar o telefone durante as tempestades. A menos que o aparelho seja sem fio ou celular, você pode ser atingido por um raio que caia na linha.

     

    Fios partidos

    Por mais que a Light invista na modernização da rede, as tempestades também podem causar rompimento dos fios. Se você encontrar um fio partido no chão, não encoste ou chegue perto dele e informe imediatamente à Light pelo canal Light Clientes nas redes sociais (@lightclientes, no Twiter, e na Fan Page) ou pelo telefone 0800 021 0196.

     

    Deslizamentos

    Para evitar incidentes trágicos, é preciso estar atento às determinações da Defesa Civil. Nunca construa em áreas de risco e, se você mora em morro ou em encosta, fique atento a sinais de perigo, como árvores em postes com inclinações fora do normal ou rachaduras e trincas nas paredes.

     

    Enchentes

    Como as chuvas de verão normalmente precipitam um grande volume de água em pouco tempo, as enchentes são comuns nessa época do ano. É importante estar ligado nas dicas da Defesa Civil, lembrando que jogar lixo no chão contribui para entupir os bueiros e agravar as enchentes.

     

    Não deixe as chuvas atrapalharem seu verão. Esteja preparado e nos ajude a divulgar essa corrente positiva de informação!

  • 27/02/12

    Desde 2008 a Light vem trabalhando na modernização da sua rede. Um dos maiores investimentos foi na instalação de novos medidores eletrônicos, que  usam os avanços da era digital para proporcionar mais conforto e segurança  para os clientes. A rede fica protegida contra furto de energia e os clientes passam a usar um display eletrônico, que facilita a leitura e o controle do seu consumo.