linkedin
banner_light_blog
  • 30/03/16

    O Centro do Rio é o melhor lugar para quem ama História, arquitetura e diversidade artística. A região ganhou, nesta semana, mais um reforço de peso: foi lançado o Guia Cultural do Centro Histórico do Rio de Janeiro, que destaca 130 dos seus atrativos em versões impressa e digital.

     

    Guia Centro do Rio - Light

     

    A plataforma é um guia (baixe aqui) para encontrar de forma organizada diferentes atrações em nove categorias: Centros de Educação e Cultura, Espaços Literários, Expressões Artísticas, Música e Arte, Igrejas, Comércio Tradicional, Artes Cênicas, Cultura Gastronômica e Museus. É possível localizar também informações sobre os espaços, como descrição, tarifas de bilheteria e horários de acesso, além de fotos e idade permitida para visitação.

     

    Guia Centro do Rio - Light

     

    O guia cultural também disponibiliza um mapa para download para que cada um crie o seu próprio roteiro. Como se não bastasse, o site conta ainda com fotos incríveis em 360° de pontos turísticos como o Theatro Municipal, a Praça Mauá e a Ilha Fiscal, que nem todos os cariocas conhecem.

     

    Guia Centro do Rio - Light

    Foto 360° da Praça Mauá – Centro do Rio de Janeiro

    Apresentado pelo Ministério da Cultura, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura, o guia é uma realização da Editora Cidade Viva, com patrocínio da Light por meio do Programa de Fomento Viva a Cidade! É importante ressaltar que a iniciativa também conta com a parceria do Polo Região Portuária e Folha da Rua Larga.

    Guia Centro do Rio - Light

    Guia Centro do Rio - Light

     

    Se você curtiu, basta fazer o download no site da editora Cidade Viva, que produziu ainda o Guia Cultural do Vale do Café, projeto que também contou com o nosso apoio. Partiu criar o seu próprio roteiro? 😉

     

     

     

  • 24/03/16

    Já pensou como a energia pode ser usada em diferentes situações do cotidiano? Mais do que fazer parte das nossas atividades diárias, ela também está presente no nosso corpo, nos objetos e na atmosfera.

    É por isso que o Museu Light da Energia inaugura na próxima segunda, dia 28, a Praça das Energias, um espaço educativo com seis atrações, viabilizado com recursos do Programa de Eficiência Energética da ANEEL, para mostrar como a energia se transforma em situações comuns do dia a dia.

    Praça das Energias - Pista carros - Light

    Na praça, o visitante poderá ver um boneco que se movimenta ao ser alimentado, destacando a energia química presente na comida; e uma pista de corrida com carros que se movimentam a partir de controles remotos, ou seja, por meio pilhas ou baterias. Também é possível interagir com um super Jogo da Memória onde se deve descobrir qual aparelho pode ser associado a cada tipo de energia (nós não vamos dar cola!) e conhecer de perto fontes de energia alternativa: uma casinha com placas solares e até aerogeradores.

    Praça das Energias - Solar - Light

    Praça das Energias - Alimentação - Light

     

    O Museu Light da Energia completa, também no dia 28, quatro anos de muito sucesso: o espaço já recebeu 67 mil visitantes desde 2012, que conheceram melhor os segredos da energia e visitaram a Cidade Inteligente.

    Venha você também!

     

    Centro Cultural Light                                                                                                                              

    Avenida Marechal Floriano 168, Centro – Rio de Janeiro (próximo à estação do metrô Presidente Vargas).

    Veja aqui os horários de visitação.

     

     

  • 18/03/16

    Claudia Vieira, Daniel Gusmão e Nazaré Mudesto do Projeto Iluminar

    Oportunidade e superação: essas são as palavras que vêm à cabeça quando pensamos no Programa Iluminar. Criada em 2005 por sugestão de empregados que tinham filhos com deficiência intelectual, a iniciativa já integrou 37 jovens a um ambiente de trabalho adequado ao desenvolvimento do seu potencial profissional.

    O programa tem parceria com escolas conveniadas que indicam os alunos para o processo seletivo do estágio supervisionado. A partir daí, escola, empresa e família trabalham juntas para iniciar a inclusão do aluno com deficiência intelectual no ambiente corporativo.

    Claudia Vieira, coordenadora do programa, conta um pouco sobre a dinâmica do projeto no vídeo abaixo. Confira:

     

     

    Ela também reforça outro aspecto do programa, que busca não só proporcionar uma nova oportunidade de trabalho aos participantes, mas também inseri-los na sociedade.

     

     

    Além da supervisão da equipe do projeto e do supervisor da área, os estagiários contam com o apoio da psicóloga Nazaré Mudesto, que identifica os pontos a serem trabalhados, além das dificuldades dos alunos e dos supervisores no dia a dia.

     

     

    O desafio é grande e vem sendo superado constantemente, trazendo resultados positivos. Prova disso é que o programa conquistou o Prêmio Ser Humano em 2012, realizado pela Associação Brasileira de Recursos Humanos do Rio (ABRH-RJ) na categoria Médias e Grandes Empresas.

    O projeto ainda oferece oportunidades efetivas de inclusão, já que 41% dos alunos foram incorporados ao mercado de trabalho na área administrativa de diferentes empresas após dois anos de estágio. Um resultado que traz orgulho para toda a equipe.

    Com déficit cognitivo e de aprendizagem, Daniel Gusmão de Oliveira Souza, na Light desde 2015, concluiu o ensino médio especial e hoje frequenta o EJA com oficinas para o mercado de trabalho. Atualmente ele se desenvolve na área administrativa, na Gerência Comercial, onde verifica valores em planilhas, notas e recibos. Com o desejo de sempre aprender mais, Daniel superou desafios e convenceu a todos de que era capaz de executar suas funções.

     

     

    Muito sucesso para o Daniel, seus colegas estagiários e parabéns para todos os envolvidos no programa!

     

  • 8/03/16

    Tem novidade por aqui! O Light nas Escolas deu o pontapé inicial nas atividades de
    2016 com a primeira capacitação de professores, realizada no dia 2 de março do Centro Cultural Light.

    Desde 2011, o projeto já impactou 727 escolas e 142.1116 pessoas, trazendo muito orgulho pra gente. Todo mundo sabe que educação e construção consciência começam desde cedo e a iniciativa leva para o cotidiano dos alunos e familiares a importância da eficiência energética e do uso inteligente da energia com o uso de materiais como jogos, filmes e livros (ilustrados pelo Ziraldo <3).
    light nas escolas

    Este ano os cursos foram distribuídos da seguinte forma:

    · 25 escolas na SEEDUC – Secretaria de Educação do Estado do RJ

    · 25 escolas na SME Rio – Secretaria de Educação do Município do Rio de Janeiro

    · 50 escolas no Centro Cultural Light – Foco em Escolas do Amanhã e Light Legal (Áreas de Perda Zero – APZ)

    · 4 Naves do ConhecimentoSecretaria Especial de Ciência e Tecnologia

    · Escolas particulares (Rede PENSI, Rede PH e Colégio Maria Raythe)

    A parceria com escolas públicas em áreas de perdas não técnicas (com furto de energia) é prioridade para o projeto porque fazem parte do plano de reforço das ações da Light em já processo nessas regiões. Em 2015, foram atendidas 19 escolas nessas áreas.

    Se você é professor e deseja conhecer o material, acesse o nosso site e saiba como participar. O link aqui.

    Um futuro consciente começa com a educação!

  • 1/03/16

    Desde o início de 2015, as contas de energia elétrica passaram a funcionar de acordo com o sistema de Bandeiras Tarifárias, representadas por cores, que indicam as condições de produção de energia no país. O objetivo é evitar desperdícios e incentivar o ajuste do consumo, além de melhorar o controle das despesas com o recurso.

    Em março, a bandeira vigente será a amarela, com cobrança de R$ 1,50 a cada 100 kWh consumidos, o que representa uma redução no custo da tarifa. Até fevereiro, a bandeira era vermelha, cor que acabou de ganhar dois patamares (o 1, com tarifa de R$ 3 a cada 100 kWh consumidos; e o 2, com tarifa de R$ 4,50 a cada 100 kWh consumidos).

    Entenda melhor:

    bandeiras tarifárias light

    Essa variação de valores acontece por causa das alterações climáticas e de consumo de energia. Para que o cliente compreenda como a luz é gerada e tarifada, as bandeiras são definidas a cada mês pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e indicadas na própria fatura.

    Vale lembrar que a Bandeira Tarifária não é mais um custo, mas sim uma nova forma de apresentar um gasto que hoje já está na conta de luz, mas que às vezes passa despercebido pelos clientes. Os recursos recebidos pelas distribuidoras com a aplicação do sistema são usados para pagar os gastos da energia que já foi gerada.

    Confira o vídeo e entenda de vez como o sistema funciona:

     

     

    Aproveite e fique ligado nas #dicasdeeconomia dos nossos canais:

    facebook.com/conexaolight

    youtube.com/user/conexaolight

    twitter.com/conexaolight

    instagram.com/conexaolight

     

     

  • 23/02/16

    O Favela Criativa foi ampliado e agora se chama Territórios Culturais RJ!

    A iniciativa é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro com a Light e faz parte do Programa de Eficiência Energética (PEE) da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

    De acordo com o “Relatório de Avaliação do Projeto Favela Criativa utilizando ferramenta de Valoração de Projetos Sócio Culturais” de outubro de 2015, mais de 6,9 mil pessoas já tinham sido beneficiadas pelo projeto. O relatório ainda indica que as ações impactaram socialmente as comunidades além dos objetivos propostos, como na área de incentivo profissional.

    A nova iniciativa funcionará em três eixos – Desenvolvimento Territorial, Formação e Fomento – , desde a pesquisa e criação artística à manutenção de grupos. Além disso, oferecerá laboratórios criativos em diferentes linguagens (como literatura, audiovisual e artes cênicas), ações de preservação do patrimônio, adequação e modernização de instituições, como Museus e Pontos de Memória, e de desenvolvimento do conceito de cidades criativas.

    O Conexão Light conversou com a Estela Alves, Especialista de Marketing da Light e coordenadora do programa, para saber por que houve a mudança e como vai funcionar tudo a partir de agora. Olha só:

    Guia-de-cultura-2

    Guia Cultural de Favelas, uma das iniciativas do Favela Criativa

    CL – Por que o Favela Criativa mudou de nome para Territórios Culturais RJ?

    Estela – Pela abrangência da área territorial. O Favela Criativa tinha como foco as comunidades do Rio. O Territórios Culturais visa alcançar, além das favelas, a Baixada Fluminense e outros municípios do estado.

    CL – Que tipo de projetos fazem parte do programa?

    Estela – Ações da Light, cursos, shows, palestras, espetáculos teatrais, ações culturais, espaços de memória, além de uma feira em que produtores culturais locais levam seus projetos para avaliação.

    CL – Como a organização do programa espera que essas ações sejam efetivas no combate ao desperdício de energia elétrica?

    Estela – Quando moradores – incluindo crianças, jovens e adultos – têm contato com ações artísticas constantemente, participam de ações culturais e frequentam palestras, eles passam a conhecer novas realidades e possibilidades. Passam a enxergar que são capazes de serem artistas e, de criar e de fazer acontecer também, e isso faz com que reflitam sobre seu lugar de cidadãos. Sem contar que, quanto mais se convive em coletivo, mais as pessoas refletem sobre o próprio papel na sociedade e de como viver de maneira mais sustentável.

    CL – Por que a energia elétrica não deve ser desperdiçada?

    Estela – Se for usada de forma desenfreada, os recursos naturais podem esgotar-se. A energia é produzida nas hidrelétricas e depende das águas dos rios. Quando os rios estão com níveis baixos, muitas vezes é preciso recorrer às usinas termelétricas, o que tem um custo muito alto, logo a conta de luz fica mais cara. Ou seja, a energia não deve ser desperdiçada por uma questão coletiva, a ambiental, e por uma questão individual, a do valor a ser pago na fatura de energia elétrica.

    x

  • 17/02/16

    Dengue__Fb_fev16
    É verão! Época de praia e piscina, mas também da volta de um inimigo perigoso: o Aedes aegypti, transmissor da dengue, da chikungunya e do zika. É nessa estação, com o clima quente e úmido – mais adequado para sua reprodução – que o mosquito pode se multiplicar, e é aí que o perigo aumenta.

    O aedes leva apenas 7 dias para nascer, e o combate deve ser feito semanalmente. A dengue, por exemplo, é uma doença grave e que pode matar. Alguns sintomas são: febre alta, dor de cabeça e dor nos olhos.

    A prevenção é o melhor caminho. Por isso, é essencial combater os focos de acúmulo de água, locais que são propícios para a criação do mosquito transmissor das doenças. Separamos algumas dicas pra você, olha só:

    – Colocar areia nos vasos de plantas.
    – Manter sempre limpos e fechados os ralos da casa.
    – Tampar caixa d’ água, virar os baldes, limpar calhas, esvaziar garrafas, fechar bem as lixeiras.
    – Limpar o recipiente de água que fica na parte de trás da geladeira.
    – Limpar a base do filtro de água.
    – Manter cobertos os pneus usados.
    – Manter os aquários limpos e tampados ou telados.

    Se for viajar é necessário tomar todas as precauções também!
    Se você sentir dor de cabeça, dor nas articulações e no corpo todo e, febre, procure um médico ou uma unidade de saúde imediatamente.

    Para mais informações, fique ligado nas nossas redes sociais e no site do Ministério da Saúde!

    facebook.com/conexaolight
    youtube.com/user/conexaolight
    twitter.com/conexaolight
    instagram.com/conexaolight

  • 1/02/16

    Em ritmo de Carnaval, a Light TV da sua conta de fevereiro traz dicas de economia e segurança para quem vai aproveitar a folia ou não vê a hora de pegar as malas para viajar e curtir um descanso. Confira:

     

     

    Para assistir, baixe gratuitamente o aplicativo Light TV e aponte o seu celular ou tablet para a capa da sua conta de energia. A novidade, presente na sua fatura nos últimos três meses, já trouxe diferentes tipos de informação, como dicas de economia para o verão e mensagem de fim de ano, entre outros assuntos.

     

    Agora que você já conhece as dicas e sabe tudo que precisa ser feito para ter um carnaval econômico e seguro, é só anotar os canais de atendimento da Light, disponíveis 24 horas, para qualquer emergência, combinado?

     

    Facebook: Light Clientes

    Twitter: @lightclientes

    Agência Virtual: site

    Telefone para emergências: 0800 282 0120

    Telefone Disque-Light Especial – 0800 285 2453  – deficientes auditivos ou problemas de fala

    Para ocorrências de falta de luz, o ‘Light já’: envio do Código da Instalação por SMS para o nº 54448;

    Chat (www.light.com.br)

     

    Bom Carnaval!