linkedin
banner_light_blog
  • 18/11/11

    A Light  fornece energia para diversos projetos sociais, culturais e esportivos e, entre eles, está o Circuito Cross Country (XC) de Ciclismo em Favelas, patrocinado pela empresa. O evento leva o Mountain Bike de alto nível para as comunidades pacificadas do Rio de Janeiro. Das quatro etapas, a primeira foi realizada em maio e a segunda acontece neste fim de semana.

     Domingo, dia 20, os maiores atletas do país se reunirão na rua Torres Homem,em Vila Isabel, para começar a prova, que terá a maior parte do percurso no Morro dos Macacos. Há uma premiação total de R$ 20 mil, que será distribuída entre os vencedores de cada categoria.

     E o Circuito XC de Ciclismo em Favelas faz mais que apenas incentivar o esporte. Mais de 30 empregos diretos foram gerados na preparação do percurso e na divulgação. No dia da prova, mais de 100 moradores trabalharão para garantir que nada dê errado. Além disso, dez moradores do Morro dos Macacos – assim como os das outras comunidades a sediar as etapas – receberão um curso da Shimano, maior fabricante de peças de bicicletas de alto rendimento do mundo, para se formar em mecânicos de bicicleta. Todos ganharão um certificado e uma caixa de ferramentas para exercer a profissão.

     Anote na agenda! Este domingo é dia de esporte e integração social.  Circuito XC de Ciclismo em Favelas conecta o asfalto com o morro, levando os espectadores a subirem as comunidades. Vá à competição e veja como áreas que antes eram cenários de invasões e guerras de traficantes são agora um palco para o esporte.

    Faça como a Light e marque presença para dar energia aos competidores!

  • 17/11/11

    Através da Light ESCO, o grupo Light aumentou sua carteira de clientes ao acrescentar  em seu portfólio o abastecimento de uma série de utilidades industriais a uma das maiores fabricantes de Coca-Cola no Brasil: a Rio de Janeiro Refrescos (RJR). Para fornecer energia elétrica, vapor e água gelada, a Light vai investir R$ 60 milhões na implantação de uma Central de Cogeração na própria fábrica da empresa, no bairro de Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. Durante 15 anos, a concessionária será responsável pela instalação, operação e manutenção da Central.

    Com uma área total de 2.200m², a Central aumentará em 10% a capacidade máxima instalada de energia elétrica. As outras utilidades geradas pelo projeto atenderão à demanda atual integralmente, bem como a futuras expansões. As obras devem começar em janeiro do ano que vem e a operação comercial, no primeiro semestre de 2013.

    Entre os equipamentos que serão instalados pela Light, estão grupos motogeradores, caldeiras de recuperação, chillers de absorção e painéis elétricos de força e proteção. A subestação elétrica de entrada e o ramal alimentador de gás natural serão reformados e ampliados. O contrato ainda prevê a possibilidade de fornecimento para outras futuras unidades da RJR.

    Esta parceria com a RJR está inserida na estratégia da Light de expandir seus negócios de energia para clientes industriais e comerciais por todo o Brasil, através da Light ESCO. “O objetivo da Light é consolidar sua liderança no mercado nacional de ‘ESCOS’ (Empresas de Serviços de Conservação de Energia), ampliando a oferta de soluções integradas de energia aos seus clientes”, diz o Superintendente Executivo da Light ESCO, Marco Antonio Donatelli.

  • 16/11/11

    Nos feriados e fins de semana, as crianças querem mais é se divertir. Para aproveitar o tempo livre com os amigos, uma das atividades mais comuns é soltar pipa. Mas essa brincadeira inocente pode se transformar em um grande perigo quando feita perto da rede elétrica. Por isso, a Light alerta: não brinque de pipa perto de fios e equipamentos elétricos. Além de interrupções no fornecimento de energia, as pipas podem causar sérios acidentes.

    Quando a pipa se enrosca na rede, a brincadeira não é mais tão divertida. Somente este ano, 634 ocorrências foram contabilizadas por causa de pipas presas na rede. Mais de 75 mil clientes ficaram sem luzem Campo Grande. EmBelford Roxo, foram quase 80 mil. Guadalupe teve cerca de 45 mil interrupções e,em Volta Redonda, no Vale do Paraíba, quase 50 mil pessoas ficaram sem energia.

    Você pode ajudar a diminuir esses números. Para isso, confira as dicas abaixo.

    Procure espaços abertos e livres de fios para evitar interrupções de energia e acidentes mais graves. Mantenha distância também de aeroportos, pois se a pipa se enroscar em uma aeronave, vidas correm risco.

    Não solte pipa na laje de casa. Qualquer distração pode resultar em choques e quedas.

    Se a pipa ficar presa na rede elétrica, não tente recuperá-la. É muito arriscado subir em telhados e escalar postes ou torres de transmissão. Tentar pegá-la com o uso de algum objeto também não é uma boa ideia, pois pode resultar em um choque violento.

    Em tempestades, as pipas funcionam como para-raios. Portanto, se o tempo fechar, pare a brincadeira imediatamente.

    Prefira pipas sem rabiola, como as do tipo arraia. A rabiola quase sempre é a culpada por fazer a pipa se enroscar na rede.

    Não use papel laminado ao fazer a pipa, pois agrava ainda mais qualquer contato, podendo causar choques e deixar um bairro inteiro sem energia.

    É difícil ver a linha da pipa, então procure mantê-la fora do caminho de ciclistas e motociclistas. Muitos acidentes acontecem por causa disso.

    Nunca use cerol. Ele é proibido por lei e pode causar acidentes gravíssimos. Linhas metálicas também são um grande perigo e podem causar choques ainda mais fortes.

    A Light preza sempre pela sua segurança. Faça o mesmo. Divirta-se com atenção e responsabilidade.

  • 11/11/11

    Neste fim de semana, mais de 300 ciclistas se reunirão no Centro do Rio de Janeiro para a Copa Light de Ciclismo 2011. O evento, que já entrou para o calendário esportivo da cidade e é muito bem recebido pelos cariocas, será, em sua quarta edição, realizado nos dias 12 (sábado) e 13 (domingo) de novembro. A prova ainda contará pontos para a classificação nas Olimpíadas de Londres 2012.

    Patrocinada pela Light e organizada pela Conexão Marketing, a Copa tem apoio da Prefeitura do Rio e do MetrôRio.

     “A Copa Light de Ciclismo é um dos eventos que mobiliza a nossa cidade. Não há limite de idade. No dia a dia, temos poucas oportunidades de curtir o Centro do Rio e a Copa Light é uma ótima oportunidade. Gente de toda parte movimentando a cidade. A Light não poderia estar de fora. Afirma Paulo Pinto, diretor Institucional e de Novos Negócios da Light.  

    No calendário da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), a Copa Light de Ciclismo é uma das disputas mais importantes. Com supervisão técnica da própria CBC e da Federação de Ciclismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecierj), a competição pontua entre o 1º e o 15º lugares de cada categoria para o ranking nacional, sendo assim classificativa para as Olimpíadas de Londres 2012.

    Serão duas provas: a Contra-Relógio Individual (CRI) e a de Estrada/Circuito. Na primeira, cada competidor corre sozinho contra o tempo, tentando completar o percurso o mais rápido possível. Na segunda, todos largam juntos e vence quem chegar primeiro em sua categoria. A premiação total a ser distribuída entre as categorias soma R$ 28 mil.

     “É com muito orgulho que estamos fazendo a Copa Light de Ciclismo no seu quarto ano.Quando idealizamos a prova, inovamos no circuito, levando uma competição ao Centro da Cidade e, assim, valorizando o Rio Antigo, que, hoje, dois anos depois, passou a ser uma das prioridades da Prefeitura, e também inovamos na inclusão de todas as categorias. Além da prova feminina, a Copa Light de Ciclismo foi a primeira competição do Brasil que aderiu a Campanha de acessibilidade da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e abriu as inscrições para atletas paraolímpicos”, diz a idealizadora e organizadora da prova, Luisa Jucá.

    Com largada e chegada no monumento a Zumbi dos Palmares, na Avenida Presidente Vargas, atletas amadores, de elite e paraciclistas pedalarão por4 km. Eduardo Paes, prefeito da cidade, elogia o percurso e a prova, além de dar as boas vindas aos atletas.

    “Mais uma vez a Cidade Maravilhosa será palco de um dos eventos esportivos mais charmosos do mundo. E o cenário da quarta edição da Copa Light de Ciclismo não poderia ser mais emblemático: a Avenida Presidente Vargas. É um orgulho para a prefeitura, que tanto tem investido na recuperação da região central da cidade, receber os mais de 300 ciclistas da competição nesta que é uma das avenidas mais importantes do Rio. Sejam todos bem-vindos”, diz.

    Traga a sua energia para o Centro do Rio e fique de olho no Conexão Light para saber mais sobre todos os eventos que a Light patrocina.

    Confira a programação:

    12 de novembro, sábado

    14h30: Prova Contra-Relógio

    Monumento a Zumbi dos Palmares

    13 de novembro, Domingo

    8h: Prova de Estrada / Circuito

    Monumento a Zumbi dos Palmares

    Para saber mais: http://www.copalight.com.br/

     

  • 10/11/11

    Já pensou se o conjunto de semáforos da cidade reduzisse seu consumo energético em até 90 %? A Light, em parceria com a Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), está transformando esta economia em realidade no Rio através do Projeto Sistema Semafórico da Cidade do Rio de Janeiro.

    O projeto está trocando as lâmpadas incandescentes dos semáforos do Rio por LED, tecnologia econômica, que tem um consumo energético cinco vezes menor. Enquanto uma lâmpada convencional utiliza de 55 a 100 watts, uma LED varia de 5 a 10 watts, segundo Roberto Espósito, diretor comercial da Soliton, empresa fornecedora da tecnologia. Além disso, o sistema gera também economia na manutenção, já que a vida útil de uma LED é de 100 mil horas, contra as 8 mil horas das lâmpadas incandescentes.

    Além de facilitar o trabalho da Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro (CET-Rio), por reduzir a necessidade e os custos de manutenção, os novos semáforos trazem benefícios para os motoristas e pedestres, como a visibilidade. Como possui forte brilho e grande intensidade luminosa, é mais fácil perceber quando uma lâmpada LED acende ou apaga que uma incandescente, mesmo com obstáculos como reflexo do sol ou neblina. E se uma lâmpada queimar, não há risco de atrapalhar o trânsito, pois todas as outras do grupo de LEDs continuarão funcionando normalmente.

    O LED está se popularizando e, até o fim deste ano, cerca de 30 mil lâmpadas devem ser trocadas, o que equivale a 60% dos semáforos da cidade. Com a ajuda da Light, no fim do projeto, o Rio será  a cidade que mais usa LED no Brasil! Cláudia Secin, presidente da CET-Rio, encara a troca como uma grande melhoria urbana com vistas à Copa de 2014 e às Olimpíadas de 2016.

    Acesse sempre o Conexão Light para ficar por dentro das melhores novidades!

  • 9/11/11

    Está acontecendo até domingo (13) a VI Semana Nacional de Segurança com Energia Elétrica, realizada pela Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee). A Light preparou uma série de ações para a Semana e você pode conferi-las aqui.

    O objetivo da campanha é diminuir o número de acidentes envolvendo redes elétricas no Brasil – só ano passado, 304 pessoas morreram em contato com os fios. Para não dar mole e manter a segurança em dia, se ligue nas dicas abaixo!

    Instalar antenas perto de redes elétricas é perigoso, portanto não faça isso. Se a antena cair, não tente segurar ou recuperar de forma alguma. Bom mesmo, em todos os casos, é chamar um profissional qualificado.

    Se for soltar pipa, brinque longe dos fios, pois o risco de choque é grande. Não use linhas metálicas ou cerol, uma vez que eles aumentam as chances de acidentes – envolvendo ou não a rede elétrica. Se a pipa ficar presa nos fios, é melhor deixar para lá e continuar a brincadeira com uma nova.

    Não faça obras perto da rede elétrica e nem deixe materiais metálicos perto dela. Sempre que necessário, consulte um profissional qualificado.

    Muito cuidado ao usar máquinas agrícolas perto da rede. Deixar a vegetação chegar perto dos fios e postes e fazer queimadas, nem pensar! O risco de incêndio é grande.

    Gato? Tô fora! Fazer ligações clandestinas de energia é crime e oferece grande risco de morte. Mantenha distância de fios caídos e nunca suba em postes.

    Conexão Light – Perdas/ Gatos

     

  • 8/11/11

    Este ano, a Orquestra Sinfônica de Barra Mansa (OSBM) se apresentará pela terceira vez ao lado de artistas consagrados da música brasileira na inauguração, dia 26, da tradicional Árvore de Natal da Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona sul do Rio de Janeiro. Mas não é preciso esperar até lá para curtir a sinfonia da Orquestra. Ainda hoje, às 20h, os músicos tocarão na Igreja Matriz de Barra Mansa.

    Vantoil de Souza regerá o corpo orquestral da OSBM em obras de Ludwig van Beethoven e Gustav Mahler. Segundo o maestro, este é um grande desafio, uma vez que estes dois compositores possuem algumas das mais excelentes obras de todos os tempos. “Mas também é um grande orgulho e uma grande responsabilidade. São obras de dois mestres revolucionários, que se posicionaram à frente do estilo de sua época e, por isso, executar suas obras é um grande desafio nos dias atuais”, diz.

    Apesar da intensa temporada de apresentações, os músicos da Orquestra estão ansiosos para o concerto de hoje à noite. “Esperamos que a plateia aprecie o resultado. Estamos produzindo em Barra Mansa, um repertório ao qual só o público das grandes orquestras brasileiras tem acesso. Isso também nos dá muito orgulho”, diz o maestro.

    Ainda antes da apresentação na inauguração da Árvore de Natal da Lagoa, a OSBM tocará no 49º Festival Villa-Lobos, no Teatro Carlos Gomes. Criado em 1961, o festival promove a obra de Villa-Lobos e de outros grandes nomes nacionais através de concertos de música sinfônica e de câmara, além de recitais e espetáculos de música popular.

    E já tem show marcado para o início do mês que vem! Dia 13 de dezembro, a OSBM volta a tocar na Igreja Matriz de Barra Mansa, às 20h. A entrada para qualquer um destes concertos é gratuita.

    A OSBM é um dos grupos formados pelo Projeto Música nas Escolas, co-patrocinado pela Light, que já levou o ensino de música para mais de 22 mil crianças e adolescentes da rede pública.

    Fique de olho no Conexão Light para saber mais sobre este e outros projetos que, como a Light, geram energia para um mundo melhor.

  • 7/11/11

    De hoje a domingo (13), acontece a VI Semana Nacional de Segurança com Energia Elétrica, realizada pela Abradee (Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica) em parceria com 42 concessionárias associadas do país. A Light, que tem a segurança como prioridade, dá destaque ao tema e promove uma série de ações esta semana.

    Sob o slogan “Segurança – Siga em frente com essa ideia”, a campanha deve alcançar 160 milhões de pessoas e pretende reduzir os números de acidentes em redes elétricas. Apenas no ano passado, o contato com os fios causou 304 mortes no Brasil. Todos os anos, as campanhas da Semana têm mostrado bons resultados: os dados dos últimos 10 anos mostram uma redução de 4,8% ao ano na gravidade dos acidentes e de 4% na frequência.

    Os quatro temas selecionados para este ano são: instalação de antena de TV, soltar pipa/papagaio, construção civil e furto de energia. A informação e a conscientização da população sobre os riscos envolvidos nestes casos são fatores decisivos para que todos usem a energia de forma segura. “O objetivo é mostrar que cuidados simples, tomados no dia a dia, são fundamentais para evitar acidentes”, explica Nelson Fonseca Leite, presidente da Abradee. Para ele, a repetição anual destas campanhas associada a ações permanentes das concessionárias de energia contribuem para conscientizar as pessoas e reduzir o número de acidentes.

    Entre as ações preparadas pela Light, está a palestra “Prevenção de acidentes em redes elétricas”, que será dada para 44 líderes comunitários, majores e capitães das UPPs instaladas em 22 comunidades pacificadas do Rio. Outra palestra vai preparar guardas municipais de Campo Grande e 500 bombeiros, oficiais e praças de toda a cidade para proceder corretamente em emergências relacionadas a instalações elétricas da concessionária, atendendo melhor a população. A Light também destaca o tema segurança na conta de luz de novembro e distribui folhetos explicativos nas agências comercias. E todos os dias, antes das peças teatrais, monitores farão apresentações educativas para grupos escolares que visitarem o Centro Cultural Light.

     Não deixe de visitar o Conexão Light para ficar por dentro da campanha e do que a Light faz pensando na sua segurança.