linkedin
Como funciona um motor elétrico?

Publicado em 8/12/16

blog

A iluminação é a face mais perceptível do uso da energia no nosso cotidiano, que chega nas nossas casas pela conta de luz. Mas a aplicação mais revolucionária da eletricidade não foi na iluminação, mas sim na invenção, em 1821, do primeiro motor elétrico.

motorparafusoMichael Faraday, cientista britânico, aplicou os conceitos da recém-descoberta força eletromagnética para criar um aparato básico, porém revolucionário: o motor homopolar. O experimento é tão simples que você pode replicá-lo facilmente em casa: basta conseguir uma fonte de eletricidade (uma pilha), um fio, um parafuso e um pequeno ímã em forma de disco.

Vamos lá: coloque o ímã na cabeça do parafuso e encoste a ponta do parafuso em um dos lados da pilha. Eles vão grudar pela atração magnética do ímã. Ligue o ímã e a outra extremidade da pilha por um fio e você verá o parafuso girando como mágica!

Isso acontece porque o truque do motor elétrico é converter uma energia (eletromagnética) em outra (motora). Ímãs possuem polaridades positivas e negativas e, como você já sabe, polaridades opostas se atraem (o lado negativo curte ficar pertinho de campos magnéticos positivos e vice-versa) e iguais se repelem (o lado negativo quer o máximo de distância dos outros campos negativos).

motorduracelToda corrente elétrica também gera um campo magnético. Então quando fazemos a energia correr ao redor de um ímã que consegue girar em torno de um eixo fixo, o ímã se movimenta para fugir dos pólos iguais e buscar os opostos. Inverta a polaridade do campo elétrico em intervalos regulares e… tcharam! O ímã girará sem parar (coitado!), fazendo rodar com ele os componentes que quisermos.

Agora que você já sabe de tudo isso, pense na magia do eletromagnetismo em ação da próxima vez que você usar seu liquidificador, secador de cabelo, ventilador ou qualquer outra das centenas de milhares de invenções que se tornaram possíveis graças ao simples experimento de Michael Faraday em 1821!

Tags: | |



Deixe seu comentário




(*)campos obrigatórios.